Imagem card

Clubes de frevo

As corporações profissionais existentes no século passado, remanescentes dos primeiros séculos de nossa colonização, deram origem aos Clubes de Frevo ou Clubes Carnavalescos.

Clubes de frevo

Última atualização: 24/09/2021

Por: Claudia M. de Assis Rocha Lima - Pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco - Doutora em Ciências da Religião

HISTÓRICO - Seu cortejo muito assemelha-se as procissões quaresmais, de Cinzas e Fogaréus, comuns ao Recife do século XVIII, trazendo o estandarte (bandeira) próprio das corporações medievais, com seus integrantes vestindo seda, calças de flanela e cordões com o distintivo da profissão. As corporações profissionais existentes no século passado, remanescentes dos primeiros séculos de nossa colonização, deram origem aos Clubes de Frevo ou Clubes Carnavalescos, que durante o carnaval saiam às ruas para passear, cantando e dançando em visitas a casas de pessoas amigas onde comiam e bebiam, numa euforia comum àquela época.

FORMAÇÃO - o Clube Carnavalesco tem o seu cortejo aberto pelos clarins, seguindo-se da diretoria, ala dos diabos, ala dos morcegos, os porta-estandartes vestidos à Luiz XV, que se revezam empunhando o símbolo maior da agremiação, presidente e dama-de-honra, damas-de-frente, fantasias de destaque do enredo, ala de passistas dois cordões que evoluem "fazendo passo" em torno de todo conjunto, diretor de orquestra e orquestra.

O FREVO - A marcha que tinha em seus primórdios um andamento mais parecido com o dobrado, ganhou elementos inovadores da polca e da marcha militar e foi, com o passar dos anos, transformando-se no frevo pernambucano, transfigurando as antigas agremiações do século XIX nos Clubes Carnavalescos dos nossos dias. O Clube chamou para si a atenção dos capoeiras, comuns nos desfiles das bandas militares que, fazendo complicados passos, criaram a coreografia do nosso frevo, a qual, o pernambucano denomina de passo.

CLUBES CARNAVALESCOS MISTOS OU CLUBES DE FREVO:

Das Pás - fundado em 1888
Vassourinhas - fundado em 1889
Lenhadores - fundado em 1897
Amantes das Flores - fundado em 1919
Prato Misterioso - fundado em 1919
Toureiros de Santo Antônio - fundado em 1924
Transporte em Folia - fundado em 1936


Estes são alguns dos Clubes Carnavalescos ainda em atividade nos festejos do carnaval de Pernambuco.

 

 

 

Recife, 30 de novembro de 2004.
 

Como citar este texto

Lima, Cláudia. Clubes de Frevo. In: Pesquisa Escolar. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2004. Disponível em: https://pesquisaescolar.fundaj.gov.br/pt-br/artigo/clubes-de-frevo/. Acesso em: dia mês ano. (Ex.: 6 ago. 2020.)