Imagem card

Farol Galinhos (Rio Grande do Norte)

O Farol Galinhos, construído em 1931, representa o oitavo farol erigido no Rio Grande do Norte.

Farol Galinhos (Rio Grande do Norte)

Artigo disponível em: ENG

Última atualização: 25/11/2021

Por: Semira Adler Vainsencher - Pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco - Mestre em Psicologia

O Farol Galinhos, construído em 1931, representa o oitavo farol erigido no Rio Grande do Norte. Ele se encontra no povoado de Galinhos, no pontal leste do Rio Água Maré, desaguadouro comum a cinco rios, e cuja barra está sempre obstruída por bancos de areia, que formam canais estreitos e mutáveis.

Apresentando bem pouca visibilidade aos navegantes da região, a primeira torre do Farol Galinhos – feita de treliça de ferro – não agradou à população. Era considerada “esquelética” por demais.

Depois de treze anos de sua construção, com a estrutura metálica em avançado estado de corrosão (devido à maresia), bem como as sapatas de sustentação ameaçadas pelo constante avanço do mar, a torre do Farol Galinhos foi substituída por uma outra em concreto armado.

Um problema ocorreu, porém, junto à sua luminosidade: esta ficou, em parte, obstruída pela balaustrada da varanda do farol. Os engenheiros sanaram o ocorrido, decidindo aumentar a altura da lanterna existente: erigiram, sobre a varanda, uma torreta cilíndrica de alvenaria. O Farol Galinhos adquiriu, então, uma aparência bastante distinta e sui generis.

 

 

 

 

 

Recife, 28 de abril de 2004.
 

Fontes consultadas

SIQUEIRA, Ricardo. Luzes do novo mundo: história dos faróis brasileiros. Fotos Ricardo Siqueira; texto Ney Dantas. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2002.

Como citar este texto

VAINSENCHER, Semira Adler. Farol Galinhos (Rio Grande do Norte). In: Pesquisa Escolar. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2004. Disponível em: https://pesquisaescolar.fundaj.gov.br/pt-br/artigo/farol-galinhos-rn/. Acesso em: dia mês ano. (Ex.: 6 ago. 2020.)