Imagem card

Nando Cordel

Data Nasc.:
13/12/1953

Ocupação:
Cantor, Compositor

Nando Cordel

Última atualização: 14/09/2012

Por: Maria do Carmo Gomes de Andrade - Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco

Cantor e compositor de brilhante carreira e de grandes e muitos sucessos, reconhecido nacional e internacionalmente, Fernando Manoel Correia, conhecido Nando Cordel, nasceu em Ipojuca, cidade pernambucana onde está situada a conhecida praia de Porto de Galinhas, em 13 de dezembro de 1953.

Foi criado nos arredores de Ponte dos Carvalhos, município do Cabo de Santo Augostinho. É o mais velho de 14 irmãos e herdou o gosto musical do pai, que era músico e repentista. O cognome Cordel foi idéia do próprio Nando ao juntar os nomes Correia e Manoel, tornando-se ao mesmo tempo uma homenagem a arte da Literatura de Cordel.

Aos 14 anos de idade começou a aprender sanfona e violão e aos 17 já fazia parte de uma banda de baile, começando assim suas apresentações profissionais. Aos 19, anos começaram a aparecer suas primeiras composições e aos 24 já era sucesso, passando a viver no eixo Rio de Janeiro - São Paulo, onde estavam as melhores oportunidades para o artista. Nessa época, Nando começou a criar um estilo próprio para suas composições.

Teve mais de quinhentas músicas gravadas por artistas famosos. Entre eles: Dominguinhos, que foi seu primeiro parceiro, gravando Gostoso demais, Faz de mim, Isso aquí tá bom demais; Elba Ramalho, grande divulgadora de seu trabalho; Zizi Possi; Chico Buarque; Maria Bethânia; Emílio Santiago; Netinho; Leandro e Leonardo; Fafá de Belém; Amelinha; Nana Caymmi; Fábio Júnior; Xuxa Meneguel, que fez grande sucesso gravando Hoje é dia de folia.

O sucesso de Nando Cordel, chega às novelas da Rede Globo de Televisão em Roque Santeiro, Tieta, Pedra sobre pedra, Sexo dos anjos, além de ter sido tema de abertura de Tropicaliente e A Indomada.

Outras músicas de sucesso de Nando Cordel foram: De volta pro meu aconchego, em parceria com Dominguinhos; Você endoidou meu coração; Estrela afoita; Agarradinho com você; Teu lugar é no meu verão; Dedicado a você, em parceria com Dominguinhos; Amor imenso, em homenagem ao Ano Internacional da Paz.

A sensibilidade de Nando Cordel ainda o permite compor músicas para meditação e para relaxar, tais como: Doces canções; Doce harmonia, Doce paz, Doce luz e outras.

Nando com sua alma de poeta é um homem generoso e sensível aos problemas sociais do país. Foi de sua solidariedade e de seu bolso que surgiu a Fundação Lar do Amanhã, fundada há nove anos. A creche atende a 110 crianças entre um e oito anos de idade. Há funcionários e voluntários que oferecem seus serviços e muito carinho aos pequeninos. Nando ainda participa de outros projetos sociais, como os shows pela paz, que reúnem milhares de pessoas.

Fontes consultadas

CÂMARA, Renato Phaelante da. Compositores pernambucanos: coletânea bio-músico-fonográfia-1920-1995. Recife: Fundaj, Ed. Massangana, 1997.

NANDO Cordel. Disponível em: <http://www.nandocordel.com.br/homepage/index01.asp?f_naveg=explorer> Acesso em: 18 maio 2006.

TELES, José. A música em Pernambuco. Recife: Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, [200-?].
 

Como citar este texto

Fonte: ANDRADE, Maria do Carmo. Nando Cordel. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: <http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar>. Acesso em: dia mês ano. Ex: 6 ago. 2009.