Imagem card

Louis-Léger Vauthier

Data Nasc.:
06/03/1815
Data de falecimento.:
02/10/1901
Ocupação:
Engenheiro, político
Formação:
Engenharia

Louis-Léger Vauthier

Artigo disponível em: ENG

Última atualização: 11/05/2022

Por: Lúcia Gaspar - Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco - Especialista em Documentação Científica

Engenheiro e político francês, nasceu em Bergerac, na Bretanha, no dia 6 de março de 1815 e faleceu em 2 de outubro de 1901, conforme informações de uma lápide no cemitério de Monmartre, em Paris.

Entrou na Escola Politécnca de Paris, em 1834, onde recebeu o diploma de engenheiro de pontes e calçadas.

Veio para o Brasil, em 1839, juntamente com outros engenheiros, matemáticos, construtores de pontes, edifícios públicos, obras hidráulicas e topográficas, trazidos pelo presidente da província de Pernambuco, Francisco do Rego Barros, o Conde da Boa Vista.

Foi o responsável pelo projeto do Teatro Santa Isabel e pela construção e reconstrução de vários edifícios e estradas.

Durante a sua estada em Pernambuco, sofreu muitas acusações, entre as quais a de improbidade, desmandos e perseguições. Muitos desses ataques foram reflexos da campanha política contra Francisco do Rego Barros, responsável por sua vinda. Vauthier não suportou por muito tempo a falta de apoio depois da deposição do Conde da Boa Vista, em 1844, voltando para Paris em 1846.

Não perdeu, no entanto, o contato com o Brasil. Continuava de longe, através de correspondências, orientando a construção de obras públicas e privadas no Brasil, como por exemplo, as obras de conclusão do Teatro de Santa Isabel, em 1850 e também a sua reconstrução, depois do incêndio de 1869.

Vauthier escreveu um diário publicado com o título Diário íntimo do engenheiro Vauthier, 1840-1844, pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Alguns trechos estão reproduzidos na revista Contraponto, Recife, ano 5, n.12, edição comemorativa ao centenário do Teatro de Santa Isabel. Gilberto Freyre escreveu um livro sobre ele intitulado, Um engenheiro francês no Brasil, publicado no Rio de Janeiro, pela editora José Olympio, em 1940.

De 19 a 22 de outubro de 2009, a Diretoria de Documentação da Fundação Joaquim Nabuco prestou-lhe uma homenagem com a realização da Semana Vauthier, inserida no âmbito das comemorações do Ano da França no Brasil. O evento constou do colóquio internacional  Pontes & Ideias - Louis-Léger Vauthier, um engenheiro francês no Brasil, exposição iconográfica, lançamento de livro e de um catálogo de fontes online (www.fundaj.gov.br /Catálogos & Bibliografias) contendo referências da documentação sobre a sua atuação como engenheiro responsável pela Repartição das Obras Públicas da Província de Pernambuco, no período de 1840.1846.
 

 

 

Recife, 18 de julho de 2003.
 

Fontes consultadas

ARRAIS, Isabel Concessa. Teatro de Santa Isabel. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2000.

BORGES, Geninha da Rosa. Teatro de Santa Isabel: nascedouro & permanência. Recife: Cepe, 2000.

 FREYRE, Gilberto. Um engenheiro francês no Brasil. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1940

Como citar este texto

GASPAR, Lúcia. Louis Lèger Vauthier. In: PESQUISA Escolar. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2003. Disponível em: https://pesquisaescolar.fundaj.gov.br/pt-br/artigo/louis-leger-vauthier/. Acesso em: dia mês ano. (Ex.: 6 ago. 2020.)